Jovens com Menos Oportunidades

DefInição

Na Youth Coop utilizamos a definição do Salto-Youth:

«Jovens com menos oportunidades são jovens que estão em desvantagem em comparação com os seus pares porque enfrentam um ou mais situações e obstáculos mencionados na seguinte lista

Em certos contextos, estas situações ou obstáculos impedem os jovens de terem acesso à educação formal e não formal, mobilidade internacional e participação, cidadania ativa, empoderamento e inclusão na sociedade no seu todo.

Fonte: Salto – Youth tradução livre

QUE TIPO DE OBSTÁCULOS?

Participantes com menos oportunidades podem estar em várias categorias:

OBSTACULOS SOCIAIS

  • Discriminação – jovens que enfrentem discriminação ou sub-representação devido ao seu gênero, etnia, religião, orientação sexual deficiência, etc.
  • Comportamentos de Risco– jovens com competências sociais limitadas ou antissociais, comportamentos sexuais de risco, (ex)reclusos, (ex)toxicodependentes ou (ex)alcoólatra;
  • Situações de risco ou aflição – jovens e/ou pais solteiros, órfãos, jovens provenientes de famílias desfeitas, vítimas de abandono, violência doméstica, bullying ou abuso sexual, jovens que vivam em situações precárias ou que sejam sem abrigo;

OBSTÁCULOS ECONÓMICOS

  • Questões Económicas – Jovens com um padrão de vida muito baixo, baixos rendimentos, fortes dependências de subsídios sociais do governo ou outros, pobreza, jovens que são sem abrigo devido a questões económicas, jovens com dívidas ou com problemas financeiros.
  • Empregabilidade– Jovens que não se encontrem a estudar, em formação ou a trabalhar (NEET) ou indivíduos que sejam desempregados de longa duração (mais do que um ano).
  • Deficiências e Problemas de Saúde
  • Deficiências mentais(intelectuais, cognitivas ou de aprendizagem)
  • Deficiências físicas, sensoriais ou outras
  • Problemas de saúde leves: intolerâncias, condições de saúde e mentais que possam afetar o seu dia-a-dia.
  • Problemas de Saúde Graves:jovens com problemas de saúde crónicos, doenças graves, condições psiquiátricas, problemas de saúde mental, suicídio, etc.;

DIFICULDADES EDUCACIONAIS

  • Dificuldades de aprendizagem– jovens com dificuldades de aprendizagem ou com baixo rendimento escolar;
  • Falta de educação obrigatória – Jovens adultos que não acabaram ou frequentaram o Sistema de educação obrigatório, abandono escolar precoce ou jovens que desistiram do Sistema escolar.

DIFERENÇAS CULTURAIS

  • Imigrante / Refugiado– jovens imigrantes ou refugiados ou seus descendentes, jovens com problemas de inclusão cultural, etc.
  • Minorias– jovens pertencentes a minorias sub-representadas por causa do gênero, etnia, religião, orientação sexual, etc.

OBSTÁCULOS GEOGRÁFICOS

  • Isolamento Geográfico:jovens provenientes de áreas remotas ou rurais, que viva mem ilhas pequenas, aldeias abandonadas ou regiões periféricas (longe de áreas urbanas).
  • Áreas problemáticas:jovens de zonas urbanas problemáticas ou zonas com menos serviços (poucos transportes públicos, fracas infraestruturas).

Adaptado de: Salto-Youth tradução livre

CRIANÇAS E JOVENS EM SITUAÇÃO DE PERIGO

Além dos obstáculos acima descrito, no contexto nacional também incluímos a definição de Criança ou jovem em situação de perigo, que geralmente incluem as crianças e jovens sobre cuidado do Instituto da Segurança Social ou identificadas pelas Comissões de Proteção de Crianças e Jovens.

Considera-se que a criança ou o jovem está em perigo quando, designadamente, se encontra numa das seguintes situações:

  • Está abandonada ou vive entregue a si própria;
  • Sofre maus tratos físicos ou psíquicos ou é vítima de abusos sexuais;
  • Não recebe os cuidados ou a afeição adequada à sua idade e situação pessoal;
  • Está ao cuidado de terceiros, durante período de tempo em que se observou o estabelecimento com estes de forte relação de vinculação e em simultâneo com o não exercício pelos pais das suas funções parentais;
  • É obrigada a atividade ou trabalhos excessivos ou inadequados à sua idade, dignidade e situação pessoal ou prejudiciais à sua formação ou desenvolvimento;
  • Está sujeita, de forma direta ou indireta, a comportamentos que afetem gravemente a sua segurança ou o seu equilíbrio emocional;
  • Assume comportamentos ou se entrega a atividades ou consumos que afetem gravemente a sua saúde, segurança, formação, educação ou desenvolvimento sem que os pais, o representante legal ou quem tenha a guarda de factos lhes oponham de modo adequado a remover essa situação.

Fonte: www.cnpdpcj.gov.pt

O Instituto da Segurança Social Social providencia as seguintes respostas para criança ou jovem em situação de perigo:

  • Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental (CAFAP)
  • Equipa de Rua de Apoio a Crianças e Jovens
  • Acolhimento Familiar
  • Centro de Acolhimento Temporário
  • Lar de Infância e Juventude
  • Apartamento de Autonomização.

Fonte: Segurança Social