Trabalho de Juventude

Engloba iniciativas sociais, culturais, educacionais, desportivas e políticas levadas a cabo com jovens e para jovens que ocorrem no domínio da educação “fora da escola”, geralmente referida como aprendizagem não formal e informal.  Encoraja o desenvolvimento pessoal, autonomia, capacidade de iniciativa e participação na sociedade.

O que é?

O trabalho de juventude tem três características essenciais:

  • Os/as jovens escolhem participar.
  • Acontece onde os/as jovens estão.
  • Reconhece que o/a jovem e o/a técnico/a de juventude são parceiros no processo de aprendizagem.

O trabalho de Juventude engloba uma grande variedade de atividades (por exemplo sociais, culturais, educacionais, desportivas e políticas) levadas a cabo com e para jovens, através da educação-não-formal e informal. 

O seu valor já foi provado e reconhecido por entidades como o Conselho da Europa e destacado em um estudo de 2014.

Quais são os objectivos

O trabalho de Juventude ajuda a que os e as jovens cheguem ao seu total potencial.

Encoraja desenvolvimento pessoal, autonomia, espírito de iniciativa e participação na sociedade.

Quem está envolvido?

O trabalho de juventude proporciona educação fora do ambiente escolar, assim como atividades de lazer geridas por trabalhadores e trabalhadoras de juventude profissionais ou voluntários/as.

Acontece de diferentes formas: através de organizações lideradas por jovens, organizações para jovens, grupos informais ou serviços de juventude e autoridades públicas.

Como acontece?

O trabalho de juventude é feito de diferentes formas e em diferentes lugares (por exemplo, ao ar livre, em grupo, com programas, …) a nível local, regional, nacional e a nível Europeu.

A sua eficácia tem feito com que um número cada vez maior de organizações desenvolvam uma abordagem de trabalho de juventude. Isto permite a jovens que possivelmente não tinham acesso a apoio consigam participar e ter o suporte necessário.